terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Doces mediterrâneos - Parte I

Os doces mediterrâneos - ou sírios, como são mais conhecidos no Brasil - representam uma 'coleção' composta por mais de 40 tipos de doces folhados, biscoitos e bolos, bastante populares na região do Mediterrâneo e do Oriente Médio

Também chamados de 'doces árabes' ou 'orientais', existem diversas versões das preparações de acordo com o país onde são preparadas. 

O Líbano, por exemplo, é um dos países do Oriente Médio que mais contribuíram para a evolução deste tipo de doce. De fato, muitos dos doces árabes são de origem libanesa e foram difundidos pelo mundo através da imigração. 

No Brasil, a imigração árabe teve início no final século 19, tornando-se bem mais frequente durante o século 20. Atualmente, cerca de 15 milhões de brasileiros possuem ascendência árabe, sendo que a maioria é de origem libanesa (aproximadamente 10 milhões). O restante é predominantemente de origem síria, mas há também muitos descendentes de egípcios, marroquinos, jordanianos e iraquianos.

Na maior parte do Oriente Médio, esses doces são oferecidos como sobremesa. O Mamoul, por ser um biscoito  e mais leve dos que os outros doces, é servido com frequência como acompanhamento para o café ou chá. 

Da esquerda para a direita: mamoul de nozes, tâmaras e pistache (foto: Al Bohsali)



Já o Knafeh é a única exceção de fato: consumida como o próprio café da manhã, essa preparação doce é servida com uma mistura de queijos, uma fatia fina de bolo de semolina, calda de açúcar e kaakeh, um pão libanês tradicional.


Knafeh: mistura de queijos, bolinho de semolina, calda de açúcar e kaakeh, um tipo pão libanês tradicional (foto: Al Bohsali)

Os mais conhecidos no Brasil são:

Bolo de semolina, ou Basbousa (Nammoura)
É um bolo macio e esponjoso feito com farinha de semolina, amêndoas, pistache ou coco. Geralmente é cortado em pedaços quadrados e cada um deles é decorado com um destes três ingredientes. Por ser regado com calda de flor de laranjeira até ficar bem úmido, é considerado o mais doce de todos os doces sírios. 

Bolo de semolina com amêndoas (foto: The Cookie Shop)

'Nammoura' (pronuncia-se 'nam-mou-rah'), como é chamado no Líbano, vira 'basbousa' no Egito e 'harissa' ou 'hareesa' na Síria. Na Turquia e na Grécia, o bolo de semolina é conhecido como 'revani' ou 'ravani'. A palavra árabe 'basbousa' significa encharcado, justamente pela forma como o bolo é regado com calda.

Ninho, ou Osh El Bulbul
Feito com macarrão cabelo de anjo, como o nome diz tem o formato de um ninho de passarinho. É levemente frito até adquirir a cor dourada, podendo ser recheado com pistaches, amêndoas, nozes ou pinoli, e regado com calda de açúcar. 

Ninhos de pistache (foto: Al Bohsali)

Em árabe, 'osh el bulbul' (pronuncia-se 'ush-shel-bul-bul') significa ninho de pássaro. É muito popular na Síria, Líbano, Palestina e também na Jordânia.

Burma, ou Borma
Um dos doces mais desejados do todo o Oriente Médio, é feito com macarrão cabelo de anjo moldado em formato tubular, com recheio abundante de pistaches ou castanhas e também regado com calda de açúcar. 

A burma é um doce único em vários aspectos. Comparado a outros doces árabes, é um dos mais ricos em castanhas, o que o torna especialmente desejado e valorizado. 

Burma de castanhas (foto: Al Bohsali)

A pronúncia correta é 'bor-mah', mas também é aceito que se escreva 'burma'. A palavra vem do correspondente libanês para "arrendondado", por causa do seu formato. 

A burma é especialmente famosa em países como o Líbano, a Síria, a Palestina e a Jordânia. Na Síria, esse doce é chamado de 'mabrouma', que também corresponde a um sinônimo árabe para 'redondo'. Neste país, a versão da burma é mais larga do que no Líbano. 

Dedo, ou Asabi
O asabi, que tem o formato parecido com um dedo, é feito com massa folhada beeeeeem fininha (mais fina do que a massa filo). De tão delicado que é, dizem que é preciso ter cuidado quando for comer o doce, ou na primeira mordida os seus dedos também podem ir junto! =)

Geralmente recheado com castanhas picadas, suas principais características são o formato e a leveza da massa. O sabor não é tão açucarado quanto os outros doces que mostramos até aqui, e cada porção também é pequena - apesar de não ter um tamanho padrão. 

Dedos: massa folhada bem fininha, recheada com castanhas (foto: Al Bohsali)


Dos doces finos, é considerado um dos mais elegantes - assim como também é um dos mais difíceis de se preparar (não devido a dificuldade em fazer o doce, mas sim pelo cuidado que se deve ter para a massa não quebrar). 

A palavra Asabi [ʼa-sa-biʻ] significa 'dedos', em árabe, e tem esse nome devido ao seu formato.

Uuuuhmmmmmmm... Gostoso, né?! 


Veja mais em:


Ficou com vontade?? Aproveita que o almoço acabou e corre para uma das nossas lojas Mister Sheik, lá também é possível encontrar várias dessas delícias árabes! 

Um docinho depois do almoço é tuuuudo de bom... =)

Abraços e bom apetite,
Equipe Mister Sheik

2 comentários:

  1. Hola todo el mundo.

    Tengo grabado en la memoria el sabor de un dulce sirio que mis padres traían de Sao Paulo, a fines de la década de los 60, principios de los 70.

    Era una pasta seca, fibrosa, de color blanco a crema, bastante aceitosa. En el fondo de la lata quedaban algunas gotitas de aceite.

    Lo que recuerdo (además del delicioso sabor) era que venía en una lata redonda, de color rojo, con escritura en símbolos latinos y en símbolos árabes. Seguramente contenía entre 400 y 500 gramos. Recuerdo que tenía impresa la palabra HALAWI (pensé que era la marca, pero hace poco averigüé que se trata del nombre de una variedad de dátiles.

    Les pido ayuda a ver si alguien se acuerda de ese dulce (porque espero que mis recuerdos sean reales y no una fantasía). Y también que me puedan indicar si se consigue aun en Brasil.

    Un saludo afectuoso desde Paraguay.

    Martín

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Si se lo encuentra los HALWAS, que se vienen en latas se escriben como HALAWI puestoq ue esl la marca. Aca en San paulo se encuentra facil en los emporios sirios. Es un dulce de la pasta de girassol.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...